Campanha mostra as consequências reais do racismo na Internet

Cada vez mais percebemos que a Internet não é um local livre, em que as pessoas podem falar o que querem. Comentários preconceituosos têm sido expostos e julgados por todos que consideram, além de covardia, uma forma de crime. No caso do racismo, muitas ofensas divulgadas nas redes sociais estão tomando conta dos noticiários e incentivando o debate sobre esse problema, que está presente na sociedade brasileira há séculos.

Para mostrar à sociedade que os posts racistas na web são reais e impactam na vida dos agredidos, criamos em parceria com a ONG Criola a campanha Racismo virtual. As consequências são reais”. Motivada pelas agressões à jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, na página do Jornal Nacional no Facebook, a campanha expôs os comentários racistas feitos na fan page em peças de mídia exterior nas cidades dos agressores, mapeadas previamente pela equipe da W3haus.

outdoor-feiradesantana-lowres

As primeiras cidades a receberam a ação foram: Americana (SP), Feira de Santana (BA), Recife (PE) e Vila Velha (ES). Agora, a ação continua com outdoors no Rio de Janeiro (RS) e bancas de revista em Porto Alegre (RS). O site www.racismovirtual.com.br também foi lançado para disseminar sobre as consequências dos crimes virtuais, além de abrir espaço para que interessados na campanha possam apoiar. Além dessas ações, promovemos um encontro, no dia 9 de novembro, para discutir o assunto com profissionais especializados na questão do racismo, no Rio de Janeiro. Clique aqui para ver a matéria na TV Globo.

ONG-Criola

 

This entry was posted in w3haus. Bookmark the permalink.

One Response to Campanha mostra as consequências reais do racismo na Internet

  1. Alice says:

    Realmente é uma pena que pessoas ainda pensem de forma racista, cada vez mais devemos lutar contra o racismo e utilizar a internet, um grande canal de comunicação, para combater esta forma de crime