Me joga no google, me chama de pesquisa

Inspirada no texto do colunista Luís Antônio Giron publicado na revista Época, que confessou estar sendo bloqueado pelas duas filhas adolescentes no Twitter e excluído em seus Orkuts, me solidarizo. O papo dele pode até parecer batido pra gente que trabalha com tecnologia, mas se ainda é pauta pra texto e cai na vista dos leitores, melhor pensar um pouquinho.

Apesar de algumas afirmativas bem questionáveis como o fato do uso da internet pelos tweens e teens ser julgado por ele como errado já que “usam o pretexto de fazer trabalho para bater papo no MSN, trocar fotos, baixar música e outros arquivos…” a reflexão não pode passar batida. Essas situações realmente acontecem, entretanto se tratam das facilidades disponíveis nela em detrimento das buscas que exijam mais “desgaste”, por exemplo, se no lugar do Messenger, eles voltassem a se reunir por horas a fio na casa de alguém.  Sobre as pesquisas e trabalhos temperados com muito Google a gente sabe que o gosto em excesso não faz bem a ninguém. Sabemos que Ctrl C Ctrl V só transforma a pessoinha em um encaixador de peças de quebra-cabeça em forma de texto, mas cadê um jeito de atrair os olhos dessa “galerinha” para as profundezas do conhecimento de forma atrativa?

Nessa terapia em grupo que foi a coluna da última semana, ele reclama da internet como causa da vida familiar ter se tornado “um circo infernal em que o entretenimento virou a única opção.”  Será isso mesmo, ou apenas mais um reflexo das relações enfraquecidas por outras causas além da internet e pela falta de diálogo?

Às vezes dá aquela preguicinha de discutir isso ou tentar mostrar um outro lado mas é importantíssimo, afinal, se não houver mudanças ou uma desempoeiradinha nos paradigmas essa história de bloqueios e exclusões não permanecerá só nas redes sociais…

PS.: Ah, pra quem não conhece a frase aí do título é parte de uma música das cantoras Ana Elisa e Fabiana, suuuuucesso nas paradas e à disposição no Youtube!

This entry was posted in mídia, tecnologia, web and tagged , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.